terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

1001 + 46 - tratado sobre a vigília do orbe


uma inércia longínqua 
me fazia sombra
quando a noite dissolvia 
silêncio e solidão:
eu me pensava 
pássaro em suicídio

3 comentários:

Wanderley Elian Lima disse...

Hoje, a solidão deu o tom e muitos blogs. O que será que está acontecendo com os homens.
Abraço

Por que você faz poema? disse...

Uma noite nunca é uma noite
sem silêncio
solidão
e poesia.

Tania regina Contreiras disse...


...ai, voo vergininoso!
Bjus